Como remover o Carregador de Inicialização (Bootloader) da BIOS

É comum no universo de usuários GNU-Linux o teste de várias distribuições (flavours) na mesma máquina.

Por este motivo, há criação de vários bootloader´s na BIOS do seu PC ou Notebook.

Com a criação de várias entradas, em uma eventual mudança, pode ocorrer algum engano e acabar selecionando o bootloader incorreto, então terá que desligar ou reiniciar a máquina novamente.

No caso de dual-boot, mesmo com a formatação da partição onde a distro estava instalada, o bootloader ainda permanece listado na BIOS.

Neste artigo vamos aprender como “fazer a limpa” desses bootloader´s indesejáveis além da remoção da distro. Considerando que possuo uma máquina com Windows + GNU-Linux (até então).

Para o exemplo a seguir, estou considerando a remoção do bootloader e da distro através do Windows.

1º Passo – Ao iniciar o Sistema, clique com o botão direito em Iniciar e abra o Gerenciamento de Disco

 

2º – Passo – Clique com o botão direito sobre a unidade na qual está instalada o seu sistema Windows e selecione Estender volume…

 

3º Passo – Abrirá a seguinte caixa de diálogo abaixo, clique em Avançar >

 

4º Passo – Selecione o disco desejado (no meu caso o Disco 0) e o espaço em MB que será acrescentado à unidade do seu Sistema Operacional, geralmente não precisa fazer mais nada além de clicar em Avançar >

 

5º Passo – Conclua o processo selecionando o botão Concluir

 

6º Passo – A unidade foi estendida, a partição do GNU-Linux não existe mais.

 

Agora iremos excluir o bootloader que ainda permanece em sua máquina.

7º Passo – Na barra de pesquisa do sistema, digite: CMD (ou Prompt de Comando), clique com o botão direito e selecione Executar como Administrador.

 

8º Passo – Ao iniciar o prompt de comando, vamos digitar: diskpart

 

9º Passo – Com o diskpart inicializado, vamos digitar: list disk

 

10º Passo – Na tela seguinte, você irá selecionar o disco no qual estava instalado o seu sistema, no meu caso é Disco 0, então vou digitar: sel disk 0

 

11º Passo – Aparecerá uma mensagem: O disco 0 (no meu caso) é o disco selecionado, agora veremos o volume dele digitando: list vol

 

12º Passo – Aparecerá outra tabela, verifique em qual volume está a partição FAT32, no meu caso é o Volume 3, então agora vou selecioná-lo com o seguinte comando: sel vol 3

 

13º Passo – Aparecerá uma mensagem: O volume 3 (no meu caso) está selecionado, agora iremos atribuir uma letra à unidade para navegarmos em suas pastas: assign letter=J:

 

14º Passo – Aparecerá a seguinte mensagem: DiskPart atribuiu com êxito a letra de unidade ou o ponto de montagem.

 

15º Passo – Saia do diskpart digitando: exit

 

16º Passo – Dentro da tela do CMD, vamos navegar até a unidade crada: cd /d J:

 

17º Passo – Para visualizarmos o conteúdo da pasta digite: dir

 

18º Passo – Aparecerá alguns arquivos e pastas, dentre eles a pasta EFI, vamos acessá-la com o seguinte comando: cd EFI

 

19º Passo – Para visualizarmos o conteúdo da pasta digite: dir

 

20º Passo – Agora iremos localizar o bootloader que iremos excluir, no meu caso está ubuntu , então vamos selecionar e removê-lo com o seguinte comando: rmdir /S ubuntu (Enter) ele perguntará se Tem certeza? coloque S e dê um Enter

 

Você pode remover quantos bootloader quiser, outras distros possuem outros nomes, como fedora por exemplo.

 

21º Passo – Para ter certeza de que excluiu com sucesso o bootloader, digite: dir e verifique se o nome não está mais lá. Feche o CMD ou digite: exit

 

Agora iremos excluir a unidade de criamos, para não aparecer em “Meu Computador”

22º Passo – Abra o CMD novamente e repita os mesmos processos do ao 11º Passo.

 

23º Passo – Selecione o volume de unidade onde está a partição FAT32, no meu caso é Volume 3, sendo assim a linha de comando fica: sel vol 3

 

24º Passo – Para removermos a letra, digite: remove letter=J

 

25º Passo – Aparecerá a seguinte mensagem: O DiskPart removeu com êxito a letra de unidade ou ponto de montagem.

 

26º Passo – Caso queira conferir se deu certo, digite: list vol e verifique se a letra criada para a unidade foi removida.

 

Assim estará concluído o processo de remoção do bootloader e a partição que a distro ocupava. Caso queira, entre na sua BIOS novamente, estará limpa, apenas com o bootloader do Windows.

 

Resultado

Antes:

 

Depois:

 

Acompanhe e siga nossos canais de comunicação:

Link Facebook: https://www.facebook.com/gnulinuxbr

Link WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/LYHbESy75Q0GiORiexXKF4

Link Telegram: https://t.me/gnulinux_brasil

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCwyFWDqE0v7SwpZenjmzxYQ

Idealizador do projeto GNU/Linux-Brasil. Colaboro juntamente com outros administradores nos grupos de mensagens (WhatsApp e Telegram) e nesta página que não para de crescer! Fanático pelo Linux desde 2007. Sempre conhecendo novas funcionalidades do sistema e compartilhando experiências com outros usuários através de artigos por aqui postados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *