ZFS: Outros Exemplos de RAID – Parte 08

Até aqui trabalhamos com RAIDZ-1 usando dois discos. Irei passar alguns exemplos de raid com 4 discos.

 

Discos que Usarei Nesse Artigo

Usarei os 4 alaranjados abaixo para criar o pool

elder@server02:~$ lsblk -d
NAME MAJ:MIN RM  SIZE RO TYPE MOUNTPOINT
sda    8:0    0   12G  0 disk 
sdb    8:16   0  100M  0 disk 
sdc    8:32   0  100M  0 disk 
sdd    8:48   0  100M  0 disk 
sde    8:64   0  100M  0 disk 
sdf    8:80   0  100M  0 disk

 

Um Pool Simpes

Na verdade se trata de um raid-0, se um dos  discos danificar então estará tudo perdito se não houver backup em algum outro lugar

elder@server02:~$ sudo zpool create meuPool sdb sdc sdd sde

Veja como ficou nosso raidz-0.

elder@server02:~$ sudo zpool status
  pool: meuPool
 state: ONLINE
  scan: none requested
config:

	NAME        STATE     READ WRITE CKSUM
	meuPool     ONLINE       0     0     0
	  sdb       ONLINE       0     0     0
	  sdc       ONLINE       0     0     0
	  sdd       ONLINE       0     0     0
	  sde       ONLINE       0     0     0

errors: No known data errors

Se um dos 4 disco morrer todos os dados vão para o espaço sideral!

A vantagem é o tamanho. A soma dos 4 discos de 100MB

elder@server02:~$ sudo zpool list
NAME      SIZE  ALLOC   FREE  CKPOINT  EXPANDSZ   FRAG    CAP  DEDUP    HEALTH  ALTROOT
meuPool   320M   110K   320M        -         -     0%     0%  1.00x    ONLINE  -

Vamos destruir o pool

 

elder@server02:~$ sudo zpool destroy meuPool

 

Criando RAID Simples Espelhado

Iremos espelhar os 4 discos

elder@server02:~$ sudo zpool create meuPool  mirror  sdb sdc sdd sde

Olha o status, todos os discos fazem parte do mirror-0. Não confunda mirror-0 com raid-0. Mirror-0 aqui é apenas rótulo, um nome qualquer atribuído. Na verdade, abaixo temos um raidz-1

elder@server02:~$ sudo zpool status
  pool: meuPool
 state: ONLINE
  scan: none requested
config:

	NAME        STATE     READ WRITE CKSUM
	meuPool     ONLINE       0     0     0
	  mirror-0  ONLINE       0     0     0
	    sdb     ONLINE       0     0     0
	    sdc     ONLINE       0     0     0
	    sdd     ONLINE       0     0     0
	    sde     ONLINE       0     0     0

errors: No known data error

Vejamos o tamanho, capacidade de armazenamento

elder@server02:~$ sudo zpool list
NAME      SIZE  ALLOC   FREE  CKPOINT  EXPANDSZ   FRAG    CAP  DEDUP    HEALTH  ALTROOT
meuPool    80M   108K  79,9M        -         -     3%     0%  1.00x    ONLINE  -

Na verdade, 4 discos ficam como se fosse apenas um e isso até no tamanho. Mas para perder os dados seria preciso os 4 discos queimarem. Mas assim não é o que prefiro!

 

Destrua o pool

elder@server02:~$ sudo zpool destroy meuPool

 

Criando RAID-10

RAID-10 é junção do raid-1 + raid-0. Na verdade temos dois raid-0 que se juntam formando raid-10

elder@server02:~$ sudo zpool create meuPool  mirror  sdb sdc  mirror  sdd sde

Vejamos o status

elder@server02:~$ sudo zpool status
  pool: meuPool
 state: ONLINE
  scan: none requested
config:

	NAME        STATE     READ WRITE CKSUM
	meuPool     ONLINE       0     0     0
	  mirror-0  ONLINE       0     0     0
	    sdb     ONLINE       0     0     0
	    sdc     ONLINE       0     0     0
	  mirror-1  ONLINE       0     0     0
	    sdd     ONLINE       0     0     0
	    sde     ONLINE       0     0     0

errors: No known data errors

 

A capacidade de armazenamento

elder@server02:~$ sudo zpool list
NAME      SIZE  ALLOC   FREE  CKPOINT  EXPANDSZ   FRAG    CAP  DEDUP    HEALTH  ALTROOT
meuPool   160M   108K   160M        -         -     1%     0%  1.00x    ONLINE  -

Temos 4 discos de 100, mas no raid ficamos com a capacidade de apenas 2 dos 4 discos.

destrua o pool

elder@server02:~$ sudo zpool destroy meuPool

 

Conclusão

Esse post foi mais um reforço do que já vimos nos anteriores.

Aqui tivemos um bom entendimento sobre pool e VDEVs. VDEVs são os dispositivos físicos que usamos, no caso os discos; pool é o espaço disponibilizado na junção dos VDEVs. Com o pool pronto podemos criar os datasets conforme vimos em outros artigos.

Leitor voraz e um dos administradores do GNU/Linux Brasil no Whatsapp, facebook, youtube e nesse dito site: www.gnulinuxbrasil.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *